Patrick Santos


Patrick Santos

Iniciou sua carreira no jornalismo como repórter nas editorias de Esportes e Política, do jornal Folha do Povo, na cidade de Tupã, sua terra natal. Em 1994 mudou para São Paulo e ingressou na Rádio Jovem Pan como rádio-escuta. Passou pelas editorias de cidades, economia e política. Em 2013 criou e apresentou, ao lado de Reinaldo Azevedo, Mona Dorf e Victor LaRegina, o programa Os Pingos nos Is. Em 2013 assumiu a Gerência de Jornalismo da emissora onde ficou até 2018. Nesse período acumulou, também, a apresentação do programa 3 em 1, que ajudou a elaborar com Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira.

Depois de algum tempo percebeu que estava vivendo no automático, envolvido num modelo de trabalho que classifica como contraproducente e que, mesmo ficando 12 horas ou 14 horas dentro de um ambiente de trabalho, não tinha os resultados e a satisfação que almejava. “Ser produtivo envolve não somente tempo de dedicação, mas sentir-se bem e ter autorrealização e um novo olhar sobre a dinâmica de trabalho”. Sentiu que era hora de parar, respirar e refletir sobre o sentido do que estava fazendo e, além disso, entender melhor esse novo mundo que se descortina numa velocidade espantosa. No auge da carreira, decidiu parar, sair para um período sabático, e escreveu o livro “45 do Primeiro Tempo”, obra que, baseada em sua experiência pessoal, relata o drama de muitos profissionais que chegam a um ponto limite da carreira e precisam encontrar sentido para o que estão fazendo.